II Semana do livro de pernambuco

II semana do livro

de pernambuco

O que é?

Após dois anos de sua primeira edição, a Semana do Livro de Pernambuco volta a ser realizada este ano como parte integrante da e.Bienal, a plataforma digital da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco. O projeto acontece, digitalmente, nos dias 9 e 10 de dezembro, com uma edição especial comemorativa pelos 100 anos de Clarice Lispector.

A programação é totalmente voltada à vida e à obra da escritora ucraniana, que passou a infância no Recife e fez da capital pernambucana cenário de algumas de suas maiores obras, como Felicidade Clandestina

II semana do livro de pernambuco

O que é?

Após dois anos de sua primeira edição, a Semana do Livro de Pernambuco volta a ser realizada este ano como parte integrante da e.Bienal, a plataforma digital da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco. O projeto acontece, digitalmente, nos dias 9 e 10 de dezembro, com uma edição especial comemorativa pelos 100 anos de Clarice Lispector.

A programação é totalmente voltada à vida e à obra da escritora ucraniana, que passou a infância no Recife e fez da capital pernambucana cenário de algumas de suas maiores obras, como Felicidade Clandestina

PROGRAMAÇÃO

PROGRA

MAÇÃO

  • Dia 09/12, Quarta-feira
  • Dia 10/12, Quinta-feira

18h: palestra de abertura: O primeiro beijo e outras histórias - O biógrafo de Clarice Lispector, o norte-americano e ganhador do Prêmio Pulitzer 2020 Benjamin Moser, fala de como conheceu a obra da autora e da travessia até a escrita da biografia “Clarice”;  

20h: A potência do mínimo, segundo Clarice Lispector“Tudo o que é vivo se contrai” – diz Clarice Lispector em A descoberta do mundo, como que resumindo a razão de seu interesse pelas formas de vida reduzidas à sua essência. Do ovo à água viva, da baba ao ectoplasma, de uma tartaruga arfando à uma barata moribunda, toda sorte de “matéria vivente” que seja ínfima, insignificante ou mesmo informe atrai a sua atenção. A palestra da crítica literária Eliane Robert Moraes (USP) procura interrogar esse procedimento em obras da autora e as figuras que dela decorrem.

18h: A cidade sitiada - A cidade do Recife abrigou os anos de formação de Clarice Lispector e aparece como cenário de alguns dos seus principais contos, como Felicidade clandestina. A arquiteta Amélia Reynaldo (Unicap) faz um apanhado da história do centro do Recife à luz da obra da autora. E nos faz pensar em como uma cidade é também construída pela narrativa dos seus escritores. 

20h: "Um mundo todo vivo tem a força de um Inferno" - A escritora pernambucana Marilene Felinto fala de suas leituras da obra de Clarice Lispector e da evocação que ela faz da infância no Recife. E retoma ainda alguns dos temas do romance A paixão segundo GH, sobretudo a forma como as empregadas domésticas são tratadas nas obras de Lispector.

  • Dia 09/12, Quarta-feira às 18h
  • Dia 09/12, Quarta-feira às 20h
  • Dia 10/12, Quinta-feira às 18h
  • Dia 10/12, Quinta-feira ás 20h
Palestra de abertura: O primeiro beijo e outras histórias - O biógrafo de Clarice Lispector, o norte-americano e ganhador do Prêmio Pulitzer 2020 Benjamin Moser, fala de como conheceu a obra da autora e da travessia até a escrita da biografia “Clarice”;

Assista nossa live:

https://cutt.ly/uhbucsl

live com audiodescrição:

https://cutt.ly/nhbub8L
A potência do mínimo, segundo Clarice Lispector“Tudo o que é vivo se contrai” – diz Clarice Lispector em A descoberta do mundo, como que resumindo a razão de seu interesse pelas formas de vida reduzidas à sua essência. Do ovo à água viva, da baba ao ectoplasma, de uma tartaruga arfando à uma barata moribunda, toda sorte de “matéria vivente” que seja ínfima, insignificante ou mesmo informe atrai a sua atenção. A palestra da crítica literária Eliane Robert Moraes (USP) procura interrogar esse procedimento em obras da autora e as figuras que dela decorrem. Assista nossa live:

https://cutt.ly/lhbuIKw

live com audiodescrição:

https://cutt.ly/hhnXq9L
A cidade sitiada - A cidade do Recife abrigou os anos de formação de Clarice Lispector e aparece como cenário de alguns dos seus principais contos, como Felicidade clandestina. A arquiteta Amélia Reynaldo (Unicap) faz um apanhado da história do centro do Recife à luz da obra da autora. E nos faz pensar em como uma cidade é também construída pela narrativa dos seus escritores.

Assista nossa live:

https://cutt.ly/VhmDcrq

live com audiodescrição:

https://cutt.ly/ShmDmYm
"Um mundo todo vivo tem a força de um Inferno" - A escritora pernambucana Marilene Felinto fala de suas leituras da obra de Clarice Lispector e da evocação que ela faz da infância no Recife. E retoma ainda alguns dos temas do romance A paixão segundo GH, sobretudo a forma como as empregadas domésticas são tratadas nas obras de Lispector.

Assista nossa live:

https://cutt.ly/dhmDTIR

live com audiodescrição:

https://cutt.ly/jhmDYxL

Acompanhe

ao vivo

e em nossas

redes sociais

O Palavração está sendo transmitido ao vivo no nosso Facebook. #bienalpe #tevejonabienal https://t.co/EaZwdoGvZv

Sep 19 2017, 6:54 pm

e em nossas

redes sociais

O Palavração está sendo transmitido ao vivo no nosso Facebook. #bienalpe #tevejonabienal https://t.co/EaZwdoGvZv

Sep 19 2017, 6:54 pm

para professores da

rede pública municipal de ensino do Recife

A literatura conecta

A Secretaria de Educação do Recife agradece todo o empenho de seus professores neste ano e os estará presenteando com um acervo de livros literários e, em parceria com a Semana do Livro de Pernambuco, preparou momentos especiais para um bate-papo exclusivo com autores (escritores e ilustradores) desses livros. / Acesse nosso link: Semana do livro Recife

Sobre

Clarice

SOBRE

Clarice

Em sua segunda edição, a Semana do Livro de Pernambuco realiza uma edição especial dedicada aos 100 Anos de Clarice Lispector (1920-1977), maior nome da literatura brasileira no século 20 e com reconhecimento internacional. Nascida na Ucrânia, Clarice passou a infância no Recife e fez da capital pernambucana cenário de algumas de suas maiores obras, como Felicidade clandestina. A perspectiva do evento é discutir a obra da autora, seu legado e influências justamente na cidade que a abrigou durante seus anos de formação.

convidados